quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Baile do Obama

Agora, 1h40min no Brasil, está ocorrendo um dos 10 bailes em comemoração a posse do 44º presidente estadunidense. Trata-se do baile da juventude, transmitido com exclusividade no Brasil pela MTV. O evento contou com show de vários artistas do mainstream norteamericano, como Rihanna, etc. Após rápido discurso, que identificou a juventude dos EUA como principal agente da mudança encarnada nele próprio, que inspirou gerações passadas a votarem em sua candidatura, o presidente dançou re rostinho colado com a primeira-dama, com direito a chavecos no pé do ouvido e beijinhos singelos, dançando na maior ginga dos negros americanos, dois jovens sorridentes. Obama ressaltou, acidentalmente parafraseando a oração de São Francisco de Assis, que onde imaginam guerra, é possível haver paz; onde imaginam a fome, há a possibilidade de crescimento. O presidente ressaltou mais uma vez, como fez em seu discurso de posse, a necessidade de solucionar o sério problema do sistema público de saúde norte-americano.
Tudo bem, tudo bem... eles são americanos, não dá pra esperar muito mais que isso. O Obama disse que é possível vencer os inimigos sem truculência, mas que a usará se for necessário. O tema deste baile, por exemplo, é o voluntariado, que atualmente é o máximo que os estadunidenses podem vislumbrar em relação a construção de um mundo mais justo. Fazer o quê?

Um comentário:

Rosângela - discípula aprendendo... disse...

Este Obama.... sei não... soube por aqui que não foi ele que fez aquele discurso...
Hi! Sujou.